Feedback: crescimento e desenvolvimento

/
0 Comments

Muitas pessoas usam e/ou entendem o termo feedback como sendo uma crítica negativa, quando na verdade poderia e deveria ser visto como positiva.
Este tema já foi assunto no post “4 dicas para receber feedback”. Devido a importância, volto a reforçar o uso esta ferramenta que estimula a auto-confiança na sua equipe.
Quanto melhor a qualidade e maior o número de feedbacks melhor será o desempenho de sua equipe.
Quando você pensar em fornecer um feedback a alguém, pense primeiro na resposta a esta pergunta:

Por que quero dar este feedback?

O feedback é algo que deve ser oferecido para oportunizar o crescimento e o desenvolvimento do outro, se não for este o objetivo não o faça.

Como dar feedback?

  • Mantenha o foco nas observações (nos fatos que aconteceram) e não em suposições (o que você acha que vai acontecer);
  • Concentre a crítica na conduta e não na pessoa; 
  1. Feedback deve ser fornecido sem carga emocional;
  2. A conduta de uma pessoa pode ser facilmente alterada por ela, já a personalidade é muito difícil de ser mudada;
  • Concentre o feedback no compartilhamento de idéias e informações e não em dar conselhos
  1. Quando se dá conselhos se diz o que o outro deve fazer;
  2. Quando se compartilha idéias se faz com que a pessoa que está recebendo o feedback sugira mudanças;
  3. Dizer às pessoas o que está errado, mas não orientá-los a pensar em um comportamento mais assertivo, raramente será produtivo.
  • Concentre o feedback no valor que ele pode ter para quem o receber e não no valor ou satisfação para quem a faz;
  • Lembre-se: elogiar em público, criticar em particular;
  • Seja específico quando reconhecer. Não adianta falar apenas “parabéns”, “estamos gostando do seu desempenho”. Diga "Parabéns pela forma simples e direta como você conduziu a reunião com o cliente X".
Quando fornecer feedback pense:

Por que algumas pessoas não gostam de receber feedback?

  • Porque o enxergam como crítica, como algo negativo;
  • Porque não querem saber dos seus erros, de suas deficiências;
  • Por falta de maturidade.
Tão importante quanto fornecer feedback é recebê-lo da forma correta: 

Como receber feedback?

  • Demonstre disponibilidade: mostre que você está interessado com o que o outro tem para lhe falar;
  • Esteja aberto ao que estiver ouvindo: nem sempre é fácil ouvir o que devemos modificar/melhorar, mas é essencial para o nosso crescimento. Se esforce para não levar para o lado pessoal;
  • Ouça: escute atentamente o que o outro está lhe falando e não o que acha o que o outro lhe falará;
  • Faça anotações: sempre que possível anote os comentários da outra pessoa. É bom ter o registro para consulta posterior. No exato momento você pode achar que os comentários são inúteis, porém, depois poderá observar e refletir a importância dos mesmos;
  • Agradeça o feedback: ao final do processo diga obrigado;
  • Analise: você não precisa concordar com todos os comentários que a outra pessoa lhe dá, reflita sobre a credibilidade e consulte outras pessoas para avaliar a veracidade dos comentários;
  • Peça feedback, sempre: seja proativo, pense no seu futuro, no seu crescimento, solicite feedback sempre, não espere apenas os momentos formais;
Não ter feedback não significa que seu desempenho é bom.
Quando receber feedback, tenha em mente que a outra pessoa pode estar achando difícil por:
  • Medo de perder um amigo;
  • Achar que não é responsável pelo crescimento do outro;
  • Achar que o outro não entenderá os comentários;
  • Falta de maturidade;
Preparem-se para dar e receber feedback. Cobrem feedback. Pensem no seu futuro, no seu crescimento pessoal e profissional.



Você também pode gostar de

Nenhum comentário: